Bolha de sabão...

Sob o céu de uma noite fria e escura
Marchando por caminhos impossíveis
Entre cardos e abrolhos
Abismos e montanhas
Grudento de suor e sangue
Sem parecer nem formosura
Esgotado pelas lidas da vida
O meu mundo vagueia como uma bolha de sabão...

A vida desse meu mundo

A sua beleza
A sua graça 
E a sua motivação 
Vem da força da inspiração
Quando o coração é tocado
Pela epifania das coisas
Que vem do alto...


Para ganhá-lo e amá-lo
Não é preciso rastejar
Nem é preciso perder a alma
O brilho dos olhos, a dignidade
Ou o espírito de poesia

Basta um pouco de fé
Um pouco de esperança
Muita luta, lágrima e amor

É um mundo simples e humilde
Animado por sonhos 
Igualmente simples e humildes...

Para criá-lo e amadurecê-lo
Não é preciso ser um deus 
Basta ser um homem de coração sincero
Comprometido com a verdade
Amante da justiça e amigo da humildade

Basta prendê-lo na imaginação
Basta não trair as prioridades do coração
Basta não retroceder diante da aflição
Basta não ter medo de escuridão
Nem perder a coragem nos dias de solidão
E ele será eterno, criativo e vivo
Enquanto durar a motivação

Todavia, é preciso ter cuidado
As suas fronteiras não discernem bem
O céu do inferno,nem a luz da escuridão...

_VBMello